Max - O Irrequieto e Genial Artista
Max - O Irrequieto e Genial Artista
Max - O Irrequieto e Genial Artista

Max - O Irrequieto e Genial Artista

Preço normal €8,00 Preço de saldo €6,40
Preço unitário  por 
I.V.A. incluído. Envio calculado na finalização da compra.

SOBRE O LIVRO

A publicação biográfica, MAX, O IRREQUIETO e GENIAL ARTISTA tem por principal objetivo recordar aquele que foi, e ainda é, um símbolo do music-hall português além-fronteiras e recordado carinhosamente nas comunidades portuguesas que tiveram a sorte de apreciar a inigualável capacidade de comunicar e a sua inquestionável versatilidade artística. Contrariamente ao que se julga, começou a cantar fado nos primeiros espetáculos no Funchal e foi lançado nos boleros e “outras modas da época”, quando entrou para o conjunto de Tony Amaral. Em Lisboa, teve oportunidade de iniciar uma carreira a solo e celebrizou-se com as interpretações de Vielas de Alfama, Rosinha dos Limões e, mais tarde, Pomba Branca, entre muitas outras. Como imitador e artista satírico deixou em disco "A Mula da Cooperativa", "31" e, no folclore madeirense, "Bailinho da Madeira", "Bate o pé" e várias outras.

SOBRE OS AUTORES

ANDREIA MICAELA NASCIMENTO ( 1977 ; - ). É licenciada em Sociologia pela Universidade Autónoma de Lisboa e em Comunicação, Cultura e Organizações, pela Universidade da Madeira. Mestre em Gestão Cultural é doutoranda em Sociologia no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, investigadora e membro do grupo de investigação LIFE: Percursos de Vida, Desigualdade e Solidariedade: Práticas e Políticas.

Foi membro do primeiro Conselho de Leitores do Diário de Notícias, órgão de comunicação social para o qual colabora com espaço livre de opinião desde 2010. Nesse mesmo ano participou no Livro do Centenário do Clube Desportivo Nacional, obra com coordenação de Tolentino Nóbrega e prefácio de José Manuel Paquete de Oliveira. No ano em que integrou o Conselho de Cultura da UMa, em 2012, foi preletora no Colóquio Rap e Literatura Popular, com a comunicação “Racismo: A Voz da Periferia” e, em 2014, colaborou no livro Max: o Genial e Irrequieto Artista, coordenou exposições e promoveu iniciativas culturais diversas.

JOSÉ LUÍS FERREIRA DE SOUSA ( 1952 ; - ) Antes de ter cumprido serviço militar no continente português e na província de Angola, trabalhou em duas entidades privadas. Depois, ingressou numa importante instituição de crédito, tendo optado pela carreira docente, após a sua licenciatura em História, pela Universidade de Lisboa. Fez mestrado em Gestão Cultural, pela Universidade da Madeira. Integra o quadro docente da Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco e desde janeiro de 2009 que, em situação de destacamento, desenvolve trabalhos de investigação em vários temas da História da Madeira, alguns editados pelo Centro de Estudos de História do Atlântico (CEHA). Até julho de 2012, participou em colóquios, Seminários e Congressos organizados pelo CEHA e no Centro Cultural John dos Passos. Em 2012/2013, desenvolveu um projeto de implementação de temas da História da Madeira nos Currículos Nacionais, no âmbito da Secretaria Regional de Educação. Entre diversos trabalhos, tem três livros publicados entre 2012 e 2014 e, desde setembro de 2013, colabora com a IMPRENSA ACADÉMICA, dando o seu contributo para exposições, publicações e outras iniciativas de um ambicioso e dinâmico projeto cultural, com objetivos de solidariedade.

DETALHES DO PRODUTO

ISBN: 9789899824348
Edição: 05/2014
Editor: Imprensa Académica
Idioma: Português
Dimensões: 151 x 229 x 5 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 56
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Arte > Música